Mídias Sociais

Dicas para melhorar o engajamento no facebook

Estatísticas sobre o Facebook para melhorar o engajamentos dos seus fãs

Você sabe como engajar os fãs da sua página? Nos tempos de hoje, não basta somente ter um número expressivo fãs no Facebook, e sim fazer com seus seguidores participem e se comuniquem com você, com a marca ou empresa. Pensando nisso pesquisei que tipo de atualizações funcionam melhor para as páginas do Facebook afim de aumentar a interação com os usuários e encontrei estas dicas interessantes que você provavelmente achará útil para tornar a sua página mais envolvente:

Postar foto gera 39% mais interações. De acordo com a Kissmetrics, posts com fotos geram 53% mais likes, 104% mais comentários e 84% cliques no link anexado.

Posts pequenos geram 23% mais interações. Escrever posts com menos de 250 caracteres tende engajar 60% a mais do que os textos longos. Com menos de 80 caracteres, o engajamento sobe para 66%

Usar Emotions nos comentários aumenta em 33%. De acordo com AMEX OPEN Forum infographic, usar emoticons nos comentário pode fazer uma grande diferença na taxa de engajamento. Pois podem gerar 33% mais comentários, e compartilhamento também. Como também posts com emotion conseguem 57% mais likes do aqueles sem.

Posts com perguntas geram 100% mais comentários. Conforme o infográfico da Kissmetrics, 100% dos posts que continham um questionamento para os usuários gerram mais comentários.

35% dos fãs da Fanpage costumam participar dos comentários. O site Socially Stackedapresentou alguns dados informando que 35% dos usuários que deram like na Fanpage participam muito mais nos comentários.

42% de fãs curtem posts que oferecem cupom e descontos.

Facebook e YouTube concentram 32% do tráfego via acesso móvel

Vídeo já não é mais algo que as pessoas conferem apenas no desktop. Uma pesquisa da Sandvine, que analisou o tráfego de dados mobile nos EUA, revelou que o YouTube é o site mais acessado através de dispositivos móveis, responsável por 17,26% dos dados baixados em aparelhos móveis, seguido pelo Facebook, com 14,76%.

O upload de informações, contudo, inverte a ordem: o Facebook aparece concentrando 26,9% dos dados ‘upados’, contra apenas 3,7% do YouTube – provavelmente relacionado a vídeos que são colocados no ar sem ou com pouquíssima edição, já que essa tarefa é melhor realizada por computadores desktop ou notebooks (e que acabam sendo enviadas para o site a partir desses dispositivos mesmo).

O Netflix aparece na oitava posição, atrás do tráfego de download da Google Play e do serviço de streaming Pandora, mas acima do tráfego gerado por serviços como o Instagram e iTunes.

Facebook e YouTube concentram 32% do tráfego via acesso móvel

Segredo das mídias sociais: Direcioná-las

Há diferentes abordagens das mídias, como o uso para contato prévio com seus consumidores.

Nunca acredite em alguém que diz saber tudo sobre mídia social. A razão é simples: é algo em constante crescimento e evolução.

A explosão do marketing nos celulares e a maneira como os consumidores se relacionam com eles para atividades relacionadas às mídias sociais são motivos suficientes para que o assunto gere diversas abordagens.

Um exemplo: não confie apenas no seu conhecimento em antecipar o que o cliente quer; use a neurociência para ‘’fazer’’ com que as pessoas confiem na sua marca. Srini Pillay, médico e CEO do grupo Neurobussiness, realizou um estudo que mostrou a existência de um ‘’hormônio da confiança’’ no cérebro, que facilita a confiança ao melhorar a distinção entre as pessoas. Assim, o hormônio realmente muda a maneira com que o cérebro percebe pessoas e situações. Quanto mais forte for a relação entre sua marca e o consumidor, maior a chance do sucesso no marketing.

Algumas atividades para reforçar esta confiança são manter um canal de comunicação claro, ser pontual, cumprir com suas promessas e obrigações contratuais.

Outra função da mídia social é construir uma relação prévia com contatos do seu interesse. Use o LinkedIn para achar alguém que encaixe em seu perfil. O Google Analytics oferece algumas métricas que conseguem medir quanto tempo o visitante ficou no seu perfil na rede; quanto mais tempo, mais conteúdo e informação estão sendo usados ao seu favor.

Ter muitos seguidores não significa que a sua mensagem está sendo passada para muitas pessoas. Como a maioria das pessoas não passa 100% do tempo conectadas, apenas as que estão checando naquele momento irão ler. Ferramentas como o HootSuite ou SociaCentiv permitem que você repita ou repagine seus posts para qualquer horário.

De acordo com a Social Media Examiner, é importante ter três ou mais posts entre as repetições para que seu perfil continue interessante.

Um estudo pelo Search Engine Land levantou que 85% das pessoas já usaram a Internet para encontrar uma empresa local. Integrar TV, rádio e jornal no seu marketing digital ajuda a diferenciar sua marca e encontrar uma audiência nova e rentável.

O marketing nas mídias sociais precisa de esforço e atenção. As empresas que fazem uso deste canal devem procurar construir relações de confiança combinadas à presença off-line, e saber usar os dados e as informações dos consumidores traz conhecimento e rentabilidade a longo prazo.